terça-feira, 17 de setembro de 2013

EDUCAÇÃO & SABOR

Por Laís Nogueira

Mesas, cadeiras, alunos e comerciantes. A Universidade Jorge Amado, situada na Av. Paralela em Salvador, é além de instituição de ensino, um centro comercial. Entre as variadas opções de consumo, o setor alimentício exerce forte influência, oferecendo sabores para agradar diferentes paladares. 

Nos intervalos das aulas a praça está sempre lotada, mas apesar da variedade nem todos os alunos estão satisfeitos. Quando perguntado sobre o que acha das opções oferecidas, Hugo Brito, 27 anos, estudante de Engenharia Elétrica, afirma: “Não me satisfaz porque é tudo muito caro.”

O estudante não costuma almoçar na faculdade e não concorda com o valor cobrado, mas o que já teve oportunidade de experimentar ele aprovou, e completa: “As opções são diversas, tem limpeza e o sabor é bom. A comida é saborosa, não tenho do que reclamar.”



Uma opção diferente é o “Criações gourmet – restaurante escola”, comandado por alunos da própria universidade, contemplando os cursos de gastronomia, nutrição, contabilidade e administração. Bárbara Sueli, 34 anos, disse que o local passou por uma transformação. Antes era o restaurante “Sabor é saber”, depois virou “Criações gourmet”, alterando o cardápio. “Hoje os pratos são todos preparados na hora, buscando a qualidade dos produtos.” 


A estudante de contabilidade, Joane Brandão, 22 anos, está trabalhando no estabelecimento há apenas duas semanas, mas gosta muito. Ela faz o pré-atendimento e conta: “Temos clientes fidelizados, normalmente funcionários e professores.”


Andando pela praça de alimentação é possível perceber que público e espaço não faltam. A conquista dos alunos fica por conta da criatividade e das inovações criadas pelos chefs de cozinha.